Salve a Língua Portuguesa. Compartilhe!



7 - Quando o sujeito de uma oração é agente e paciente de uma mesma ação; ou seja, o sujeito pratica a ação e os efeitos da ação praticada recaem sobre o próprio sujeito, chamamos o verbo que expressa a ação de verbo reflexivo.

Exemplo: Maria olhou-se no espelho por longo tempo.

No exemplo acima, Maria foi agente (ela olhou) e paciente (ela foi olhada). Em casos assim, é necessário o emprego de pronomes reflexivos. A falta deles pode distorcer o significado das sentenças tornando-as inconclusivas ou ininteligíveis.

  • Eu assustei-me com o estrondo. (Correto: O susto com o estrondo teve origem e fim em mim mesmo.)

  • Eu assustei com o estrondo. (Incompleto: O susto foi provocado por mim, mas não está especificado quem sofreu as consequências).

  • Ela deitou-se na rede e dormiu. (Correto: Ele deitou a si próprio e pegou no sono.)

  • Ela deitou o bebê na rede e dormiu. (Correto: Ela deitou o bebê e pegou no sono, possivelmente, a seu lado.)

  • Ele deitou na rede e dormiu. (Incompleto: Ele deitou alguém ou algo na rede, mas não se sabe quem ou o quê)

  • Ela escondeu-se para os outros procurarem-na. (Correto: Ela escondeu a si própria para os outros a procurarem.)

  • Ela escondeu para os outros procurarem. (Incompleto: Ela escondeu alguém ou alguma coisa, mas não se sabe quem ou o quê.)


1 visualização
os melhores cursos de idiomas de blumenau
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now